Comida, Sustentabilidade, Divagações

Desperdício de alimentos: Feio, mas gostoso.

Além de cultivo de alimentos cada vez menos nutritivos para agradar aos olhos, ainda temos uma perda enorme com legumes muito pequenos, cenouras de duas pernas, tomates sem cor. A maioria desses produtos vai pro lixo pois não são “comercializáveis”. E representa cerca de 20% da produção que vai pro ralo logo na primeira tacada, na seleção do produtor. 

Alguns produtores, obviamente, usam esse excedente para alimentar animais, alimentação da comunidade local, etc. mas a grande maioria manda pro lixo mesmo. Sim, com quase um milhão de bocas no mundo passando fome. 

Solução? São várias e abrangem muitas áreas. Nós podemos fazer nossa parte. Não compre hortifruti nas bancas lindas e brilhantes. Se informe sobre os produtos utilizados nessas bancas-boutique para deixar os produtos brilhosos e conservados. Procure lugares que vendem produtos menos bonitos e mais saborosos. Supermercado não é o melhor lugar para comprar hortifruti. 

Procure feiras, mercearias de bairro, peça por produtos de segunda linha, frequente as feiras orgânicas e os mercados orgânicos. Produtores orgânicos geralmente não se preocupam com a estética em detrimento do sabor ou da nutrição. Compre direto do produtor e diga que aceita mesmo os produtos “feinhos”.

Tem a sorte de morar num terreno grande? Ou então num apartamento com varanda? Ou tem um quintal? Plante. Couves, beringelas, saladas, ervas não precisam de muito espaço nem muita prática. Você tem alimentos frescos, orgânicos e baratos. 

Priorizando os alimentos orgânicos ou os mais feinhos, você vai ter mais sabor, mais nutrientes e de quebra, mais dinheiro no bolso: pois geralmente esses legumes e verduras rejeitados são muito mais baratos. 

28/3/2016
Comente Compartilhe
×
Contact

Rua Professor Atilio Inocenti, 811,
Vila Nova Conceição, São Paulo

Telefone:
11. 3846-0384

WhatsApp:
11. 95085-0448

We recommend making reservations - Tables above 6 people only with previous menu reservation