Divagações

Comida natural para gatos.

25626815_1547366615300214_256081453890570305_o

Camurça. O mais velho dos 7 gatos aqui de casa. Típico gato de apartamento, quando veio pra cá tinha nojinho de grama. Hoje, dois anos depois, ainda prefere o sofá, mas vez em quando se aventura pegando uma borboleta ou outra pelo quintal – desde que não seja na grama. Foi o gato que mais chiou quando mudamos a alimentação dos bichos de ração para alimentação natural: não comia, miava como se não houvesse amanhã, fez birra. Uma semana depois já estava se afundando no pote de miúdos orgânicos e verduras.

Resultado: emagreceu, ficou com a musculatura mais firme, parou de perder pelos, ficou mais ágil e sem as inflamações típicas dos bichos que se alimentam de ração. Parou de beber água que nem um desesperado, também: afinal, ração seca não dá a hidratação necessária pro bichito, e muitas vezes eles ficam desidratados se você não presta atenção. Estou falando novidade? Acho que não. A ração é um alimento industrializado, feito muitas vezes com ingredientes de baixa qualidade, cheio de aditivos e conservantes, transgênicos contaminado com fungos e microtoxinas, além de parte delas terem ingredientes que os gatos não digerem bem – como grãos, farinhas, carbos em geral – e ausência ou falta de base vegetal e proteína animal de verdade ( tipo ‘farinha de subprodutos de frango’, que pode ser desde resto de ossos até pintinho macho moído, nunca saberemos… ).

Um monte de problema renal, câncer e diabetes estão relacionadas à alimentação com ração. Existem rações melhores e piores, claro. É mais fácil? Óbvio. É mais barato? Não. Ração é caro, e alimentação natural quase sempre vai ser bem mais barato, além de prevenir mais de metade das doenças modernas típicas dos pets e ainda ser ótimo para você reaproveitar restos de carnes e verduras que sobrem do dia a dia.

Claro que não é qualquer coisa que pode dar pros bichos e você tem que gastar uma meia horinha pesquisando pra saber as proporções e o que dar ou não pra eles ( sites como o @cachorroverde são fenomenais pra isso ). A gente aqui em casa usa todas as aparas de proteína que não usamos no restaurante, além de verduras e legumes que sobram – cascas, pedaços que não vão pro mis en place, etc. Às vezes fazemos crua, às vezes fazemos cozida, depende do dia, do tempo e dos ingredientes que temos. Sempre incrementamos com cúrcuma, alho, gengibre, óleo de coco, para fortalecer a imunidade.

21/12/2017
Comente Compartilhe
×
Contato

Rua Professor Atilio Inocenti, 811,
Vila Nova Conceição, São Paulo

11. 3846 03 84

Não aceitamos cartões de crédito e cheque - Recomendamos reservas antecipadas - Mesas acima de 6 pessoas somente com reserva prévia de menu