Comida

Mãe de pet, mãe de pote.

Tem mãe de pet, tem mãe de pote. No caso, de potes que fermentam.

Essa semana foi vez de tentar o repolho fermentado inteirão, estilão romeno, com água, sal, cavalinha e grãos de milho. É, cavalinha e grãos de milho, além das ervas. Peguei a receita de um livro de cozinha romena, mas confesso que não tive tempo de pesquisar o porque da cavalinha.

E o milho? Bom. Aparentemente esses grãos de milho depois vão pro bololô da preparação do sarmale, um rolinho de repolho fermentado recheado com arroz e quirera de milho. Mas isso é só especulação, e talvez não seja nada disso. Se alguém souber a razão, me conte.

Dos potes que já estão prontos pra comer, pepinos fermentados ( eu gosto fazer fermentação lática e depois mudar a água pra água + vinagre, mas tem gente que acha isso um sacrilégio ) e mostarda em grãos.

Preguiça? Nada. Pra fazer sua própria mostarda é bem fácil: eu gosto de fermentar ela alguns dias só em água e sal, depois acrescentar o vinagre, pimenta preta, deixar durante alguns meses nessa conservinha … voilá. Mostarda pra usar onde quiser. Hm. Prefere ela em creme? É só bater no liquidificador e passar na peneira, se quiser.

( sobre cozinha romena, sarmales e repolhos tem o episódio do meu podcast dessa semana, o Criado Solto, que é SÓ sobre isso – link nos destaques podcast lá no meu perfil do insta, o @liscereja )

11/5/2022
Comente Compartilhe
×
Contato

Rua Professor Atilio Inocenti, 811,
Vila Nova Conceição, São Paulo

Telefone:
11. 3846-0384

WhatsApp:
11. 95085-0448

Não aceitamos cheque - Recomendamos reservas antecipadas - Mesas acima de 6 pessoas somente com reserva prévia de menu