Receitas & Ingredientes

Ervas Medicinais – Enoteca Saint VinSaint

 

Além das verduras, ervas comestíveis, pancs e legumes, também cultivamos ervas medicinais, que secamos à sombra. Picão, tachagem, guaco, poejo, hortelã, erva baleeira, boldo, folha de amoreira, folha de pitanga e muitas outras. Essas ervas ficam disponíveis para compra na mercearia, com as indicações para utilização de cada uma. Toda nova estação elaboramos para o menu infusões sazonais e garrafadas de cachaça orgânica. 

Todas as ervas são cultivadas em nossa horta orgânica e desidratadas lentamente na sombra. Para preparar a infusão, coloque as folhas secas em água quente e espere alguns minutos. Pesquise os efeitos e as contraindicações de cada erva antes de utilizar. 

Erva Baleeira

Antinflamatório, relaxante muscular, cicatrizante. 

Presente nas comunidades litorâneas tradicionais da mata atlântica, é usado como cicatrizante para feridas internas e externas, relaxante muscular para dores gerais, além de potente antinflamatório. Conhecida também como maria-milagrosa, e em inglês,  “black sage”. 

Seu uso interno pode ser feito por meio de infusão ou tintura, como antiinflamatório e cicatrizante geral, além de relaxante muscular. Sua aplicação externa pode ser feita em forma de cataplasmas, garrafadas, tinturas, pomadas e óleo essencial, para cicatrizar feridas e lesões, analgésico para traumas, torções e dores de coluna. Banhos de imersão com essa erva também podem ser feitos para quadros de inflamações genéricas, como reumatismos, artrites, dores severas nas articulações ou músculos. 

Picão

Diurético, antioxidante, desintoxicante, antisséptico, antiinflamatório e hepatoprotetor. 

Hoje é considerada erva daninha, mas tem uso antigo na medicina tradicional amazônica.   muito usado como diurético, ajuda na regulação da pressão arterial, combatendo também o inchaço, em casos de infecção/inflamação urinárias, alergias diversas, hepatites, febres, além de proteger rins e fígado. É ótimo digestivo e melhora quadros de acidez estomacal, atuando também em problemas respiratórios como bronquite, tosse, dor de garganta. 

Uso externo para aliviar picadas de insetos, afecções de pele, assaduras e irritações, atém de icterícia.  As folhas esmagadas ajudam a aliviar dores de cabeça e dores de dente. A infusão das flores é utilizada para tratar dores estomacais e intoxicação alimentar.

Guaco

Expectorante, bronco-dilatador, antitussígeno, antisséptico, antiasmático, desintoxicante, diurético, cicatrizante, antirreumático e sudorífero. Conhecido no combate aos males de inverno: tosses, gripes e resfriados, bronquite, infecções de garganta, rouquidão, asma. Seu efeito sudorífero ajuda em febres altas e seu efeito diurético o faz excelente desintoxicante. Também usado em casos de reumatismo e alergias. 

Pode ser usado também em gargarejos e como enxaguante bucal, nos casos de inflamações na garganta e na boca. Seu uso externo, em forma de tintura, é usado para irritações na pele e dores reumáticas. 

Amora 

Antioxidante, analgésico, anti-inflamatório, diurético. 

Muito usada na tradição popular para combater os desconfortos menstruais ou da menopausa, é antioxidante, favorecendo a boa saúde dos ossos, pele, cabelos, função ótima dos órgãos e memória. 

Para dores de garganta pode ser usada em gargarejos, além de aliviar dores de cabeça e cólicas, por seu efeito analgésico. Seu uso externo é empregado para lavar e estancar ferimentos. Não é recomendado durante a gravidez, pois pode estimular contrações uterinas. 

Tanchagem

Uma das mais plantas medicinais entre as medicinais: antibacteriana, adstringente, desintoxicante, expectorante, analgésica, anti-inflamatória, cicatrizante, depurativa, descongestionante, digestiva, diurética, tônica, sedativa e laxativa.

Considerada uma planta daninha nos dias de hoje, tem seu uso conhecido desde a Idade média. As folhas são ricas em proteína, cálcio, vitaminas A, E e K. Usadas como emplasto ou infusão, são empregadas principalmente por suas propriedades cicatrizantes: para tratamento de feridas , furúnculos , abscessos, cortes , picadas de abelha , picadas de insetos. Utilizadas para recuperação pós-parto, no combate ou neutralização de veneno de animais peçonhentos. Ela estanca rapidamente os ferimentos, além de atuar na recuperação do tecido afetado. 

O uso interno das folhas é indicado popularmente para limpeza sanguínea, acidente vascular cerebral, infecções, dores renais, diarreia, dores de estômago e digestivas, hemorragias, verminoses, úlceras e fístulas, fluxo menstrual abundante, icterícia, tuberculose, câncer, estomatite, pneumonia, hemofilia, epilepsia, eliminação de ácido úrico, problemas cardíacos e trombose, distúrbios hepáticos e estomacais, menorragia, dismenorréia, pressão alta, inflamação, inflamação uterina, dor de urina e de bexiga, infecção pelos vírus das hepatites A, B e C, como expectorante e antialérgica. 

Boldo

Antibacteriano, anti-inflamatório, antioxidante, calmante, digestivo, diurético, laxante, antiespasmódico, dilatador, tônico cardíaco. 

Conhecida como erva da “ressaca”, é ótimo desintoxicante e ajuda no bom funcionamento do fígado, sendo também diurético e anti-inflamatório. As plantas medicinais amargas em geral costumam favorecer uma boa função hepática.  É um calmante leve, e pode ser usado para relaxamento antes de dormir, reduzindo a pressão arterial e relaxando a musculatura naturalmente. Por seu poder de dilatar os bronquíolos, é usado em casos de asma e bronquites. É um tônico cardíaco e também dilata os vasos sanguíneos, ajudando a circulação e manutenção da saúde do coração e cérebro. Ajuda também na função ótima da tireóide, principalmente em casos de hipotireoidismo. Por essa razão que algumas pessoas ligam seu consumo à perda de peso – mas ela só ocorre caso o ganho de peso esteja relacionado à tireóide. 

A infusão das folhas é usada como digestivo, diminui gases, diminui azia, estômago embrulhado, estimulador do apetite, controle de gastrite, ajudando na digestão de alimentos pesados e tóxicos, além de aliviar a prisão de ventre. 

Seu uso externo é tópico, em casos de glaucoma – reduzindo a pressão intraocular. Em casos de asma e bronquite, é feito a decocção da raíz seca desta planta. 

Manjericão Anis

Calmante, anti-espasmódica, tônica estomacal, estimulante, anti-séptica, diurética. 

Conhecido popularmente como Atroveran, por amenizar as cólicas e desconfortos menstruais, é um regulador hormonal natural. Utilizado também em alguns casos de insônia por ansiedade, é digestivo e utilizado em má digestão, febre, tosse, gases intestinais, gastrite, infecções bacterianas e parasitas intestinais, vômitos, bronquite, gripe, febre, resfriados. Estimula a lactação e as irregularidades da mesma. 

Uso externo: algodão embebido na infusão da erva para dores de ouvido, e compressas nos seios para rachaduras de lactação. Cataplasma das folhas é utilizado para feridas e picadas de insetos. O gargarejo da infusão pode amenizar dores de garganta e desconfortos como amigdalites, faringites, laringites e aftas. 

Pitanga 

Calmante, relaxante, antioxidante, anti-inflamatória, laxante, depuradora. 

Poderoso calmante e relaxante, usada em casos de insônia, ansiedade, nervosismo, compulsões das mais diversas. É também empregada no controle de colesterol, diabetes, febres, cólicas, dores de garganta, diarréia, asma e bronquite. Ajuda na imunidade é  uma boa minerais e vitaminas. 

Uso externo: muito usada na cosmética por seus benefícios à pele e cabelos, pode ser usado diretamente em forma de infusões. É de tradição popular a utilização do banho dessas folhas para limpeza energética, equilíbrio, movimento, clareza e direcionamento mental. 

Todas as ervas são cultivadas em nossa horta orgânica e desidratadas ao sol. Para preparar a infusão, coloque as folhas secas em água fervendo e espere alguns minutos. Pesquise os efeitos e as contraindicações de cada erva antes de utilizar. 

Maracujá

Calmante, sedativo, diurético, analgésico, depurativo, antiespasmódico. 

Utilizada no combate à insônia, stress, histeria, palpitações, pressão alta, cãibras musculares, epilepsia, convulsões, depressão, ansiedade, tem poderoso efeito sedativo e é usada também em casos de dependência química e quadros de abstinência. Pessoas com pressão baixa, gestantes e lactantes devem tomar cuidado e evitar o consumo. Como analgésico, é utilizado para cólicas, dores de dente e dor de cabeça. Para mentes muito agitadas, recomenda-se o uso da tintura. 

9/1/2020
Comente Compartilhe
×
Contato

Rua Professor Atilio Inocenti, 811,
Vila Nova Conceição, São Paulo

11. 3846 03 84

Não aceitamos cheque - Recomendamos reservas antecipadas - Mesas acima de 6 pessoas somente com reserva prévia de menu