Divagações, Eventos & Jantares

Estréia do FreeRange doc.

E teve pré-estréia do #freerangedoc nesse Novembro de 2020…  simultâneo na plataforma da @feiranaturebas e exibição presencial com os produtores, no Teatro Oficina @oficinauzynauzona – lugar de tanta história e tão carregado de arte em Sampa.

Quer assistir na íntegra? Só ver o filme AQUI. 

Foram três anos de filmagens. Centenas de horas de depoimentos. Muitas horas de estrada. Uma quarentena inteira de trabalho intenso meu, de @fabioknoll e @gchastangpara parir sem anestesia um longa de duas horas manualmente, editando, costurando, narrando, escrevendo, sonorizando, traduzindo…. sem nenhum auxílio financeiro, técnico ou de equipe.

E taí. Saiu pro mundo. E eu continuo chorando toda vez que assisto até o final. Pois não foram só 3 anos de filmagens, são muitos anos de vida de todos que se envolveram de alguma maneira nesse projeto. Tem muita vida, muito tapa na cara, muita cara na parede, muito abraço, muita lágrima, muito encantamento, muita raiva, muitas coisas ditas e não ditas e muita vontade de romper com as barreiras indigestas do cenário vitivinícola e agrícola de nosso Brasilzão.

Não é um filme agradável. Nunca tivemos essa intenção. Nascido em plena pandemia, ganhou ainda mais densidade e instinto de sobrevivência. No fundo, é um grito pela vida. Pela vida do solo, pela vida do vinho, pela vida nas relações do dia a dia, pela vida de dentro de nossos corpos.

FreeRange doc. é um documentário-retrato’ da vinificação natural e da pequena produção agrícola no Brasil.

Através de depoimentos, textos e imagens, revela uma cultura industrial esmagadora que nos dá a ilusória sensação de liberdade – enquanto nos mantém confinados dentro de limites de um sistema agrícola, político e social que nem sequer enxergamos.

O vinho natural serve de pano de fundo para uma discussão poética e engajada sobre a terra, a cultura, o meio ambiente, a política, tradições agrícolas e alimentares.

Iniciamos as filmagens em 2017, quando o vinhateiro Eduardo Zenker foi denunciado pelo próprio setor por “fazer vinhos ilegalmente”.

A movimentação foi grande em torno do tema, e essa denúncia foi o estopim para ações focadas em mudanças de legislação, uma maior união entre os vinhateiros naturais e larga exposição da problemática legislativa|sanitária ao público.

Grande parte dos vinhos artesanais e naturais no Brasil ainda são ‘ilegais’, assim como a maioria dos produtos alimentícios artesanais de pequena produção, provenientes de feitios tradicionais.

Nossa legislação é antiquada e não facilita a vida do pequeno produtor, muito menos do produtor familiar e orgânico. Leis sanitárias incoerentes e uma taxação fiscal bastante inviável engrossam o caldo.

Decidimos filmar Eduardo Zenker para divulgar o caso. Descemos de carro de São Paulo até o Rio Grande do Sul e captamos praticamente duas horas de entrevista no antigo porão de Zenker. Decidimos, uma vez que já estávamos por lá, filmar outros vinhateiros para tecer um panorama mais amplo do assunto.

Quando nos demos conta, estávamos filmando todos os vinhateiros que trabalham com vinificação natural no país, além dos produtores orgânicos e familiares que continuam lutando para preservar suas tradições, sementes e feitios. O que era um vídeo|depoimento para uma ação específica se tornou um projeto de longa metragem, abordando todo o universo da produção agrícola e dos vinhos naturais no país.

3/12/2020
Comente Compartilhe
×
Contact

Rua Professor Atilio Inocenti, 811,
Vila Nova Conceição, São Paulo

Telefone:
11. 3846-0384

WhatsApp:
11. 95085-0448

We recommend making reservations - Tables above 6 people only with previous menu reservation