Comida

Trevo azedo: já que não dá pra vencer, vamos comer…

Trevo azedo, azedinha, trevinho ou Oxalis latifolia. 
Alguém já comeu um trevo? 
Os bichos de cidade provavelmente vão dizer que não, no máximo sabia que trevo de 4 folhas dava sorte – e eu me incluo nessa. Passei muitos anos da minha vida sem saber que podia comer trevo. 
Esse aqui é velho conhecido de quem faz cultivos, desde uma hortinha até maiores plantações: embora sua origem seja mexicana, cresce espontaneamente pelo Brasil, em áreas agrícolas, jardins, terrenos baldios, principalmente no sudeste, sul e centro-oeste …. Como planta daninha. É. Boa parte da galera tenta exterminar os trevinhos das plantações e, pasmem, existem mais estudos voltados para seu extermínio do que sobre suas propriedades. 
De gosto azedinho característico ( daí o nome ) é uma delícia em saladas, em geléias, em sucos e em infusões. E não é de agora que as pessoas comem esses trevinhos. 
Refrescantes e ricas em vitamina c, são milenares e foram já usados pra matar a sede em viagens longas, afrodisíaco, para acalmar o fígado, as náuseas, abaixar a febre, diurético, curativo de feridas e depurante geral do organismo. Suas flores, roxas e delicadas, também são comestíveis e ficam lindas nos pratos.
19/7/2015
Comente Compartilhe
×
Contact

Rua Professor Atilio Inocenti, 811,
Vila Nova Conceição, São Paulo

Telefone:
11. 3846-0384

WhatsApp:
11. 95085-0448

We recommend making reservations - Tables above 6 people only with previous menu reservation