Divagações

Pausa na Prova. Hora de Amamentar! Mamadeira que nada, leite direto da fonte!! rssss

É…

Esses dias, revirando uns baús, encontrei uam raridade: uma reportagem de 1984 sobre minha mãe. Na verdade, sobre minha mãe e euzinha aqui, com quase um ano de vida. Eu, que na época era um pacotinho mamante, fui acompanhá-la na prova do vestibular. Quer dizer, ou eu ia, ou eu ia. Não tinha opção. Na época não era moda e meus pais nem tinham grana para uma babá. No máximo, as babás eram as avós! rss Que foi exatamente o caso desse dia. A cada hora, me levava para mamar e matar a saudade da minha mãe. Ok, algumas colas de física vieram junto comigo. Mas isso é um detalhe…

O que eu achei engraçado, na verdade, foi o espírito guloso desde criança. Oito mamadas em quatro horas, e nunca aceitei mamadeira…rssss… direto do peito e ponto final! Natureba way of life! haahah

Mais impactante ainda, é que o bichito guloso aqui mamou até os quatro anos. Sim, quatro anos. Talvez por isso nunca tenha precisado tomar muito remédio na vida. Da mesma maneira, a gula me acompanhou pela vida inteira. Por que tomar uma taça se você pode tomar duas?! rss

7/9/2012
Comente Compartilhe
×
Contact

Rua Professor Atilio Inocenti, 811,
Vila Nova Conceição, São Paulo

Telefone:
11. 3846-0384

WhatsApp:
11. 95085-0448

We recommend making reservations - Tables above 6 people only with previous menu reservation