Divagações

Sobre o que comer e o que beber em Paris…

Estamos em Paris. Grande duvida: o que comer e o que beber na cidade mais enogastronomia do planeta? Minha sugestao… encarne o turista e coma e beba os icones franceses. Nao ha nada de mal em se apegar a tradicao e experimentar os pratos tradicionais de cada regiao ou entao os classicos da cozinha francesa. Afinal, relembrando… a Franca deu origem ao que chamamos de gastronomia moderna de hoje em dia, e a Nouvelle Cuisine ainda serve como base para muitos restaurantes ao redor do mundo; sem contar que a cozinha tradicional francesa, alem de muito rica e rustica, sempre se mostra saborosissima.
Claro que, estando em Paris, as opcoes sao muitas. Minha ideia foi entao entrar no “submundo” da gastronomia parisiense, visitando alguns bisros, digamos….. alternativos. E quando digo alternativos, me refiro ao amago da palavra. Bistros onde se degusta a cozinha tradicional francesa, se convive com os gatos e cachorros dos donos, e ainda por cima se delicia somente com os vinhos naturais ou biodinamicos. 
“PS” sobre esses vinhos: os vinhos naturais e biodinamicos se enquadram em uma linha bastante diversa do que conhecemos hoje em dia. Digamos assim que… sao vinhos que nunca se curvaram a tecnologia; nunca fizeram a curva da modernidade. Sao feitos assim como foram feitos os vinhos feitos pelos bisavos dos viticultores, a 200, 300 anos. Sem aditivos de qualquer especie, com uma grande preocupacao com o equilibrio da planta e do vinho, com especificidade, com o terroir, com a relacao entre o homem e a terra. E isso eu estou falando somente por cima…. isso e um assunto bastante mais complexo.

Bem. Imaginando entao esse perfil de bistro, com culinaria muito tipica, de bom custo, “out” do circuito turistico e com vinhos naturais para se beber, fizemos um roteirinho conciso mas muito eficiente. 
E aqui vai, em primeiro lugar, os pratos que nao se deve deixar de comer em Paris:

– Steak Tartar ( para quem gosta de carne crua, como eu, esse prato tradicional e um desbunde. Quando vem com batatas fritas na gordura de porco e alecrim, entao…. )
– Escargots ( algum infeliz um dia disse que uma patria que come caramujos nao poderia ser la muito inteligente; eu digo ao contrario. Quem foi o genio que descobriu que aquele bichinho rastejante pode ser tao saboroso??)
– Cassoulet ( prato para quem tem o espirito gordinho, pois consiste de feijao branco, carnes bem gordas, como porco e magret de pato, alem de legumes. Prato de inverno, delicioso, rude, um tanto quanto medieval )
– Boudin Noir ( uma terrine de sangue, literalmente. Pode parecer vampiresco, mas esta entre uma das melhores iguarias. )
Queijos, muitos queijos ( mais de 300 tipos de queijos esperam por voce na franca….)
– Pain au Chocolat
– Croissants
– Pain aux Raisins
– Madaleines
– Todos os paes que puder comer
– Confit de Canard ( eu tive a infelicidade de descobrir que tenho alergia a gordura de pato, mas para aqueles que nao tem…. um banquete.)
– Magret de Canard ( mal passado, por favor!!! Carne de caca bem passada fica dura e fibrosa!!!)
– Foi Gras ( muito gordo e politicamente incorreto, mas….. imperdivel!!!!!! De comer ate passar mal!)
– Lebre
– Javali
– Faisao
– Perdizes
– Codornas
– Pombo ( sim, os pombos sao deliciosos!!! As tortas de pombo, mais ainda!! )
– Bochecha de boi ( Pode parecer estranho, mas e a carne mais macia que existe, quando feita da maneira adequada. Eles utilizam essa carne no boeuf bourguignon…)
– Bochecha de porco
– Boeuf Bourguignon
– Galantines de lebre, de porco…
– Terrines das mais variadas
– Marron Glaces artesanais
– Croque M. e Croque Madame ( eu prefiro o Madame, pois vem com um ovo frito!!)

 

16/4/2010
Comente Compartilhe
×
Contact

Rua Professor Atilio Inocenti, 811,
Vila Nova Conceição, São Paulo

Telefone:
11. 3846-0384

WhatsApp:
11. 95085-0448

We recommend making reservations - Tables above 6 people only with previous menu reservation