Vinhos

Onde comprar vinhos naturais, orgânicos e biodinâmicos? Pequeno mapa dos naturebas brazucas.

Onde comprar vinhos naturais, orgânicos e biodinâmicos? 
Pequeno mapa dos naturebas brazucas. 

Naturebas pra cá, naturebas pra lá, e muita gente me pediu nos últimos tempos para escrever um post sobre, afinal, onde encontrar pra comprar esses tais dos vinhos naturebas.

Bom, vamos lá: existem os vinhos orgânicos, os biodinâmico e os naturais. Além dos chamados sustentáveis. No geral. Em termos de dificuldade para encontrar, do mais fácil para os mais difíceis, temos: os orgânicos e os sustentáveis, depois os biodinâmicos, depois os naturais.

Pra felicidade geral da nação, até os naturais estão cada vez mais fáceis de achar. O Braza começou a abrir os olhos para esse tema, que já é bem mais explorado lá fora. Procurando bem e garimpando aqui e ali, podemos achar muita coisa boa.

Muita gente me pergunta a razão de eu não ficar fazendo propaganda da loja virtual da Enoteca. Pois bem, eu acho um saco gente que fica divulgando informações só pra vender alguma coisa. Sim, a Enoteca continua sendo o único estabelecimento no Braza a vender só vinhos orgânicos biodinâmico e naturais. Sim, temos uma carta com mais de 300 rótulos desses vinhos. Sim, cobramos preço de loja pra quem quiser levar e pra quem bebe o vinho na mesa. Sim, nossa margem é ridícula. Mas sinceramente, prefiro que as pessoas comprem direto, melhor ainda se for do produtor. Isso incentiva o consumo e incentiva o mercado.

Por essas e outras que aqui vai uma lista de importadoras, sites, lojas e outras coisitas más para quem quiser comprar “os tais” dos vinhos. Na verdade, temos muitas opções. Infelizmente muitas das importadoras, por exemplo, só vendem para restaurantes. Mas vou listar assim mesmo, pois muitas também vendem para consumidor final, e outras podem indicar quais os melhores lugares para encontrar seus vinhos. E com certeza vai faltar espaço pra listar todo mundo, mas vou fazendo as poucos. Nos próximos posts da #ondecomprarvinhonatureba, algumas importadoras, lojas e produtores. Quem tiver dicas de outros que não estejam aqui, pode me mandar!!

1. IMPORTADORAS E LOJAS ESPECIALIZADAS

Entrem no site, liguem, pesquisem. Vale a pena encher o saco, se informar, pedir informações para os vendedores. Até eu tenho dificuldade em comprar esse tipo de vinhos, muitas vezes pelo desinteresse ou falta de informação das próprias importadoras. Mas se você forem tão chatos como eu e começarem a exigir informações mais precisas sobre os vinhos, com certeza o povo vai se organizar melhor. Existem dezenas e dezenas de vinhos naturebas espalhados pelas importadoras e que ninguém sabe, pois não existe um trabalho focado nisso. Encha o saco. E parabenize quem já está focando nesse trabalho, como essas aqui que vou falar abaixo.

?PIOVINO ( especializada em vinhos naturais italianos. Tem jóias como Cascina deli Ulivi, Pacina, La Stoppa, Giulio Armani, entre outros. Tudo deles é fanastico. Fale com a Paula. Loja virtual: http://www.piovino.com.br/)

?DELACROIX ( especializada em vinhos biodinâmicos e orgânicos franceses. Todos são fantásticos, vendem pelo site, mas vale a pena chegar na loja física. Todo Sábado tem degustação de vinhos para os clientes experimentarem. Vale a pena experimentar as cidras e poirés que eles vendem também. Fale com o Bruno. Loja virtual: http://www.delacroixvinhos.com.br/)

?METAMORFOSE ( especializada em italianos e franceses biodinâmicos. Importa nada mais nada menos que Nicolas Joly, Vigneto San Vito, entre outros nomes de peso. Tudo deles é fantástico, com destaque para o Pignoletto Frizante, do Fred Orsi. Fale com Lorenzo Orsi. Perfil no face: https://www.facebook.com/lorenzo.orsi.94?fref=ts )

?GAVINHO ( especializada em naturais franceses, como Bobinet. Só vinhão, opções naturais grandiosas. Vale a pena provar tudo. Fale com o Alain Ingles. Site: http://gavinho.com.br/ )

?GARRAFA LIVRE ( acabou de abrir, com opções de naturais franceses de dar água na boca, como os Henri Milan. Fale com o Pierre. Loja virtual: http://garrafalivre.com.br/ )

?ENOTECA SAINT VINSAINT: dispensa apresentações. Temos venda pelo site, mas recomendo ligar e falar com a gente. Só orgânicos, biodinamicos e naturais. O Léo pode indicar novidades e coisas fora da carta. Site: saintvinsaint.com.br

2. DIRETO DA FONTE

Agora, mais legal mesmo é comprar direto do produtor. Não tem vinho natural no Braza? Hmm, tem sim. E vários. E ótimos. Comprar direto da fonte é muito mais legal: Você conhece as pessoas que fazem o vinho, conhece mais da história, aprende, sabe quando vai sair vinho novo, experimenta as novidades e compram vinhos em primeira mão. Tudo na distância de um email ou um telefonema. E muitos você ainda consegue visitar! Listo aqui alguns produtores brazucas de vinhos artesanais e vinificação natural. Toda essa galera tem página no face ou site para fuçar mais.

?ATELIER TORMENTAS, Canela, Rio Grande do Sul ( Um dos primeiros a “pensar” em fazer vinho natural no Brasil, é ainda um dos grande mestres do negócio. Faz vendas pelo site e vale muito a pena comprar seus vinhos en primeur, com preços mais em conta e entrega em casa. Destaque para seus Pinot Noirs, de babar, e seu lançamento laranja, o Âmbar.) Fale direto com o Marco Danielle, vinhateiro.

?ERA DOS VENTOS, Bento Gonçalves, Rio Grande do Sul ( Também pioneiros na naturalzice brazuca, fez sucesso com seus Peverellas encantadores e também com seus Merlots. ). Caldeireiro com o Luiz Henrique Zanini, vinhateiro.

?DOMINIO VICARI, Praia do Rosa, Santa Catarina ( Mãe e filho fazem esses vinhos absolutamente artesanais e inusitados, vinificados de maneira natural, na praia do Rosa. Fez fama com seus primeiros Rieslings Itálicos de maceração, mas vinifica várias uvas diferentes cada ano. Fale com a Lizete Vicari, vinhateira.

?VINHA UNNA, Pinto Bandeira, Rio Grande do Sul ( da Marina Santos, uma pãtza enológa super engajada com o movimento natureba. Faz vários trabalhos ligados à biodinamica no Brasil e seus vinhos viraram alvo dos caçadores de vinhos natureza brazucas nos últimos tempos, pois faz pouquíssimas garrafas. ) . Fale com a Marina Santos, vinhateira.

?ARTE DA VINHA, Garibaldi, Rio Grande do Sul ( Eduardo Zenker é um absurdo de talento e vai caçando uvas para vinificar. Faz inúmeros testes com uvas, estilos, guardas, macerações, e tem seus vinhedos próprios de Chardonnay e Pinot Noir. )

?ENTRE VILAS, São Bento do Sapucaí, São Paulo ( Rodrigo Ismael faz vinhos em pequeníssimas quantidades aqui em São Paulo, em São Bento do Sapucaí. Com acidez que impressiona muito gringo por aí, ele tem um restaurante slow food que atende de final de semana na propriedade, e vale muito a pena conhecer. Ele vinifica agora no começo do ano, então recomendo pegar alguns vinhos logo quando saírem – pois eles costumam acabar rapidinho! Fale direto com o Rodrigo Ismael.

?VINHEDOS SERENA, Nova Pádua, Rio Grande do Sul ( Pinots de babar, cultivados de maneira biodinâmica. Mauricio Voigt faz verdadeiras pérolas com essa, e unicamente, essa uva.) Fale com o próprio Maurício Voight.

?DE LUCCA VINHOS FINOS, Farroupilha, Rio Grande do Sul ( Seus vinhedos são orgânicos e tem algumas raridades bem antigas na sua adega para os garimpeiros. Seu moscato antigo é uma preciosidade. ) Fale com o Zulmir ( pai ou filho ) ou com a Neusa.

?BELLAQUINTA, São Roque, São Paulo ( família já tradicional de vinhos na região, fez um licoroso sem sulfito de Niágara que dá pau em muito vinho de sobremesa por aí. ). Fale direto com o Gustavo.

3. IMPORTADORAS NÃO ESPECIALIZADAS
Mas que tem ótimas opções de naturebas.

Importadoras que não são especializadas em naturebas, mas tem muitas opções boas. Muitas delas tem até indicações no próprio site, para ficar mais fácil de encontrar. Outras, já é mais difícil; tem que ligar e encher os pacová dos vendedores mesmo. Por causa da nossa legislação de ***** no país, muitos vinhos com selo de orgânico ou biodinâmico acabam vindo sem identificação. Da mesma forma, muitos vinhos fenomenais biodinâmicos e naturais não tem nenhuma menção no rótulo. Por isso as importadoras tem que estar bem informadas mesmo, senão podem comer bola na hora de passar as informações corretas para os consumidores. Na dúvida, entre no site do produtor. E nas que não vendem para consumidor final, peça a lista de restaurantes e lojas onde eles vendem seus vinhos.

LA CHARBONNADE ( trazem muitos vinhos sulamericanos, com destaque para os chilenos e argentinos. Destaque para os chilenos naturais como o Cacique Maravilha. Não tem loja virtual, mas vale a pena se informar onde beber os vinhos que eles importam. )

DOMINIO CASSIS ( espanhóis, italianos, chilenos, argentinos, uma varidade ótima. Destaque para os espanhóis naturais La Calandria. Não tem loja virtual, mas vale a pena se informar onde beber os vinhos que eles importam.)

WORLD WINE ( uma atrocidade de quantidade de rótulos naturais, e é uma pena que nunca tenha se feito um trabalho mais focado nisso. De qualquer maneira, nos últimos tempos eles já tem separado e já informam quais vinhos são orgânicos, naturais ou biodinâmicos. Uma dezena de produtores excepcionais, como Louis Antoine Luyt, Riffault, …. . Loja virtual com poucas opções, se comparado à lista geral deles. Vale a pena ir na loja ou ligar, fazer amizade com o vendedor e encher o saco pra te informar com exatidão o que é o que. Vale também a pena se informar dos bota foras, que tem vinhos até pela metade do preço.)

DECANTER ( muitas opções de natureza laranjas, além de ter uma parte específica no site para os vinhos com selo “verde”. Vale a pena dar uma chegada na loja física deles e explorar a lista. Destaque pros laranjas naturebas eslovenos e italianos.

?CASA EUROPA ( importa vinhos de várias partes do mundo, com destaque para muitos biodinâmicos, orgânicos e naturais, como os da italiana Ochippinti. Vale ir até eles, pois eles são também um restaurante – delicioso, diga-se de passagem – e loja, com várias coisinhas gostosas.)

?LOS MENDONCITOS ( especializada em vinhos argentinos, trabalha com pequenos produtores e bodegas orgânicas. Destaque para o Malbec sem sulfito da Cecchin.)

?WINE LOVERS ( Portugas naturebas como Aprhos e Bojador são as estrelas. )

?ALAFIA ( vinhos orgânicos e biodinâmicos, com destaque para os franceses da região de Bordeaux ).

?PREMIUM WINE ( dá pra garimpar muita coisa boa como o naturebíssima Rouge, entre outros… )

?CELLAR ( Vale a pena o garimpo: produtores natureza de Champagne e o maravilhoso Foillard, estão lá. )

?MERCOVINO ( Aposte sem medo nos argentinos Teillery e nos franceses de Pierre Gaillard )

?QUAL VINHO? ( Opções naturebas da África do Sul são as estrelas, como o LAM branco e o LAM tinto, de vinificação natural.)

?GRAND CRU ( Várias opções de orgânicos e, mais recentemente, alguns vinhos de Mathias Michelini e seus amigos vinhateiros – tudo de vinificação alternativa e natural ).

?VINHOS DO MUNDO ( tem os deliciosos Casa de Mouraz, biodinâmico da região do Dão. ).

20/1/2016
Comente Compartilhe
×
Contact

Rua Professor Atilio Inocenti, 811,
Vila Nova Conceição, São Paulo

Telefone:
11. 3846-0384

WhatsApp:
11. 95085-0448

We recommend making reservations - Tables above 6 people only with previous menu reservation