Receitas & Ingredientes

Xarope de guaco, flor de mamão e hortelã graúda.

Xarope de flor de mamão macho, hortelã graúda e guaco: para gripes, resfriados, tosse, muco, problemas respiratórios em geral como asmas e bronquites, “ites” das mais diversas, alergias. Pode ser usado como expectorante, antiinflamatório, antioxidante, enfim. Combo completo para os males de inverno que chegam junto com o friozinho dessa temporada. Os xaropes são amplamente usados na medicina tradicional e também na medicina ocidental mais “moderninha”. É uma solução aquosa de sacarose com a substância ativa em questão. Além do açúcar ajudar a preservar os componentes ativos das plantas, pois ele por si só é um conservante, também é uma ótima forma de facilitar a ingestão de quantidades concentradas de compostos medicinais, que, como o próprio nome diz, na maior parte das vezes tem gosto e cheiro de … remédio. A criançada que o diga.

Essa receita foi Dona Ana, que trabalha comigo na casa e nas hortas aqui de casa, que me ensinou. Ela veio lá de Sergipe, e a receita veio junto com as histórias e práticas das mães e das avós da família. Pra fazer esse xarope, fervemos as folhas de hortelã graúda, guaco e flores do mamão em água, até murchar. Coamos o líquido, depois misturamos com açúcar mascavo ( uma proporção de 1 xícara de açúcar para 3 de líquido mais ou menos, e reduzimos até ficar em ponto de calda. Quando amorna, é só colocar em potinhos de vidro e guardar. Um cravinho ou um pau de canela ajudam a aromatizar e ainda adicionam ainda mais coisas boas ao remedinho caseiro.

Hortelã do norte, hortelã gorda, hortelã-da-folha-grossa, hortelã-da-folha-graúda, borage, hortelã-da-bahia, malva-do-reino, malva-de-cheiro, malvaísco, malcariço, malva-santa: é meio que um parente do boldo, na verdade. Plectranthus amboinicus para os íntimos, é antifebril, anti-inflamatória, antibacteriana, anti-séptica, indicada para bronquite, asma, gripe, dores de ouvido e cabeça, rouquidão, coriza, hemoptise, pirexia, hipertermia, e tem propriedades antibacterianas e expectorantes. Pode ser usada também como descongestionante das vias aéreas, inalando o vapor de sua infusão, e tem efeitos digestivos quando ingerida em forma de tempero ou chá. É um dos principais ingredientes do xarope que fizemos essa semana aqui em casa, com guaco e flor de mamoeiro macho.

A flor do mamoeiro macho ( sim, bem específico ) é outro dos ingredientes mágicos desse xarope. Também é um velho conhecido das curandeiras e médicos tradicionais de plantão, por suas propriedades contra tosses, problemas respiratórios, gripes, alergias, rouquidão, resfriados e afins. 🌱 O guaco ( Mikania glomerata ) desses todos era o único que eu conhecia um pouco mais, e é um clássico do inverno. Coincidentemente também o chamam de erva de bruxa – e nossos índios brazucas já usavam à rodo por aqui, principalmente para tratar veneno de animais peçonhentos. Na sua utilização invernal, é ótimo no combate e prevenção da asma, bronquite, pigarro, rouquidão. É broncodilatador, antitussigeno, expectorante, tem ação tônica, depurativa, febrífuga e antigripal, além de aliviar inflamações na garganta quando usada como gargarejo. Reza a lenda que também alivia o sentimento de solidão e abandono….

#farmacianatureba

 

18/6/2019
Comente Compartilhe
×
Contato

Rua Professor Atilio Inocenti, 811,
Vila Nova Conceição, São Paulo

11. 3846 03 84

Não aceitamos cartões de crédito e cheque - Recomendamos reservas antecipadas - Mesas acima de 6 pessoas somente com reserva prévia de menu