Divagações, Receitas & Ingredientes

Iscas de abelhas mandaçaia

Domingo é dia clássico de fazer aquelas coisas que a gente fica enrolando a semana inteira e não faz.

Hoje foi dia, finalmente, de pegar as caixas isca de mandaçaia e pintar com verniz ecológico.

Falando assim parece que sou especialista em captura de enxames de abelhas melíponas. Não, gente, não entendo lhufas, e estou aprendendo com os amigos e com alguns tutoriais da internet.

Aliás, agradeço ajuda de quem souber mais.

Comprei as caixas pra capturar enxames de abelhas mandaçaia, uma abelhinha nativa, melípona, sem ferrão, daquelas que são super importantes para a polinização, e que estão cada vez mais em risco de desaparecer.

Aparentemente, pra “chamar” as abelhas você precisa de uma “isca”, ou seja, algo que as atraia.

Pra isso se faz um “verniz” com óleo vegetal e solução alcoólica de própolis – mas tem que ser própolis da própria mandaçaia. Senão e for própolis de abelha comum, você atrai a abelha comum.

Trouxe uns pedaços de colméia de mandaçaia que a @denise_eliana_victorio_ e o @rafa_bocaina me deram lá na Bocaina, e coloquei num pote com álcool durante alguns dias, mexendo de vez em quando, pro própolis se soltar no álcool.

Depois a gente mistura essa solução de própolis com óleo vegetal, mais ou menos 200ml pra 1l, bate bem dentro de uma garrafa pet mesmo, que é mais fácil , e “enverniza” toda a caixa com um pincel.

Bom, reza a lenda que agora é só colocar as caixas por aí, meio no meio do mato, e as abelhinhas vão vir….

Vamos ver!

21/10/2018
Comente Compartilhe
×
Contato

Rua Professor Atilio Inocenti, 811,
Vila Nova Conceição, São Paulo

11. 3846 03 84

Não aceitamos cartões de crédito e cheque - Recomendamos reservas antecipadas - Mesas acima de 6 pessoas somente com reserva prévia de menu